Pages

segunda-feira, 8 de março de 2010

Um dia interessante

Muito tempo sem postar, céus! Bah, o twitter anda recebendo muito do meu texto e o pobre do bloguinho ficou abandonado. Mas eu prometi ontem pra Margaretss que eu ia escrever e cá estou.

Dia propício né?!

Li em algum site em homenagem ao Dia Internacional da Mulher que haveria um chat para debater como conciliar os papéis de mãe, esposa e profissional. Oi? Só eu senti falta de mais um pé dessa mesa - a MULHER fica onde? Sim, aquela mesma que faz a unha, visita as amigas, se cuida, compra, realiza vontades. Não precisa conciliar esta? E a filha - afinal, também temos que cuidar dos nossos pais, irmãos, etc.

O dia de hoje celebra mulheres corajosas e ousadas que lutaram pelo direito de trabalhar e de ser respeitadas. Tenho lido muito - principalmente, desde que sou mãe - que o nosso grande desafio é conciliar todas as mulheres que precisamos ser. Será que a nossa grande luta nesta primeira metade do século XXI vai ser agradar a todos?
Não, obrigada. Sou a mãe que me esforço pra ser, a mulher que consigo, a profissional possível. Desde que a graninha esteja na conta, a minha filha cuidadinha e feliz e eu goste do que vejo no espelho (pelo menos, na maioria dos dias), minha consciência já está tranquila.

Penso que existem questões mais coletivas nos esperando. Como diminuir a diferença de salário entre nós e os homens? Como aumentar a nossa participação na política e nas corporações? Como diminuir o preconceito em tantos lugares onde ele ainda finca o pé? Como diminuir a nossa própria cobrança pelo corpo perfeito? Como fazer nossas filhas não acharem que ser mulher-fruta é legal? Como tratar os homens direito: nem como senhores, nem como escravos - mas como homens, simples e divinamente homens?

É, meninas. Vamos trabalhar porque ainda temos muito pra resolver. Com todo o poder da unha pintada e do salto alto, néam?! ;-)

PS: Dispenso o parabéns pelo dia, tá. A batalha é cotidiana.

2 comentários:

Margaret disse...

Concordo plenamente com voce. Inclusive mais cedo tuitei uma frase a respeito.
Queremos ter nosso dia sim, mas que o respeito e os frutos da labuta sejam diarios.
beijinhos beijinhos

Fernanda Crancio disse...

oie! que bom ver tuas linhas de volta! ah! tb gostei de te ver na Contracapa da Zero, hihihih.
beijos, minha amiguinha batalhadora!
Love

LinkWithin